Bahamas Paradise LOGO

Pouco conhecida para brasileiros até meados de 2016, a companhia que foi fundada em 2014 opera cruzeiros de duas noites partindo da Flórida até as Bahamas. Em 2017, anunciaram a compra do mais antigo navio da frota da Costa Crociere, e o então Costa neoClassica irá fazer parte da Bahamas Paradise em 2018.

A história da companhia é complicada e volta até o ano de 2008 quando a então Celebration Cruises operava seu único navio, o Bahamas Celebration realizando a mesma rota por anos, até que em 2014 ao sair de Freeport o navio atingiu um recife e começou à afundar. Após o controle da situação, o navio já com 33 anos de serviço foi declarado como perda total e vendido para ser desmontado. Um mês depois do incidente os diretores da Celebration Cruises decidem formar um novo grupo, chamado de Bahamas Paradise. Com a aquisição de um antigo navio da Carnival Cruises que foi remodelado após seu uso na Ibero Cruises, a Bahamas Paradise enfim começou a operar no início de 2015 cruzeiros de curta duração.

Inicialmente chamada de Caribbean Cruise Lines, a companhia é também conhecida pelo nome de Holiday Cruises e Imperial Majesty Cruises, que são operadoras de marketing que promovem viagens com preços baixos e até de graça, causando confusão e até casos de polícia. Segundo uma reportagem do canal de notícias americano NBC 6, a companhia já foi processada 1.400+ vezes por cobrança indevida de taxas e propaganda enganosa. (Clique aqui para ler a matéria, em inglês).

FROTA DE NAVIOS:

Grand Celebration

Grand Celebration

Grand Sensation

Grand Sensation (2018)


Curiosidades sobre a companhia:

  • Em 2016 o fórum CruiseCritic elegeu a Bahamas Paradise como a pior companhia de cruzeiro do mundo.
  • Embora tenha má fama, a companhia é citada como um bom lugar para se trabalhar e com salários na média do mercado, para todas as posições.
  • O primeiro navio da companhia, o Bahamas Celebration, foi construído em 1981 como uma balsa férrea, sendo remodelado na década de 90 para o transporte exclusivo de passageiros. No dia 31 de Outubro de 2014 e já então parte da frota da Celebration Cruises, o navio veio à atingir um recife ao sair do porto de Freeport nas Bahamas. Todos os passageiros e tripulantes foram evacuados e o navio conseguiu ser resgatado. Mesmo após intensos consertos no casco, o navio continuava à afundar e seu destino era incerto. Posteriormente foi vendido para um ferro velho.
  • O navio Grand Celebration foi construído em 1986 para a Carnival Cruise Line, passou pela Ibero Cruises e em seguida transferido para a Costa Crociere, nunca tendo operado na mesma. Um dia antes da sua viagem inaugural, o navio foi vendido para a Bahamas Paradise onde continua até hoje. A únicas modificações feita no navio desde 1986 foram as pinturas de acordo com cada companhia e o design da chaminé, curvado para dentro ao invés das linhas retas originais.
  • Em 1989 o navio Celebration (operado então pela Carnival) bateu em um navio de carga Cubano, partindo-o em dois. Quarenta e duas pessoas foram resgatadas porém o capitão do barco e outros oficiais nunca foram encontrados.
  • Em Agosto de 2017 foi anunciado a compra do Grand Sensation, originalmente chamado de Costa neoClassica. Este navio era o mais velho da frota da Costa Crociere, tendo sido construído em 1991 sob o nome de Costa Classica.
  • Como é normal em navios construídos antes de 1995, as cabines no deck 4 possuem banheiro, porém as localizadas nos decks 3 e 2 o banheiro é compartilhado pelas pessoas de um mesmo corredor, o que é um tanto desconfortável para a tripulação.

COMO APLICAR ?

Se você se interessou por esta companhia e deseja aplicar, candidate-se diretamente pelos emails abaixo:

contato@navigazione.com.br
e/ou
dani@mayburywebbcreative.com